Contra as estrias, na gravidez
Uma das preocupações das grávidas pode ser atenuada, basta prestar atenção às mudanças que o corpo sofre.

 

No momento em que a felicidade impera, pela chegada do bebé, é determinante que a futura mamã se sinta bonita e confortável consigo própria. Inimigo público número um das gestantes, as estrias assemelham-se a pequenas cicatrizes, que surgem quando a pele estica rapidamente, e perde elasticidade, resultando na quebra das fibras de colagénio. Com tendência a surgir mais frequentemente, na grávida, na barriga e nos seios, as marcas de estiramento podem também formar-se nas nádegas e nas coxas, em função da adaptação do corpo às alterações da gravidez. Para dizer adeus às estrias, a chave para o sucesso está em prevenir e não remediar. Hidratar a pele é fundamental, logo a partir do primeiro trimestre. evitando que a pele desidrate e perca elasticidade.

 

Para que a gravidez não deixe marcas na pele:

  • Todos os dias, depois do banho, e de manhã e à noite, aplique creme hidratante ou cremes direcionados para a prevenção de estrias, em movimentos lentos e circulares, para dar mais elasticidade à pele e estimular a circulação;

  • Aplique os cremes nas áreas de maior risco de aparecimento de estrias: barriga, peito, nádegas e coxas;

  • Privilegie cremes com propriedades hidratantes reconhecidas e aconselhe-se com o seu farmacêutico quais os produtos que podem ser usados na gravidez;

  • Beba entre 1,5 a 2 L de água por dia.

  • Mude de tamanho de soutien ao longo da gravidez, consoante o aumento dos seios;

  • Se tiver o peito grande ou sentir desconforto, use um soutien para dormir, para que os seios estejam sempre apoiados.