Os primeiros mimos
Enquanto espera pela chegada do seu bebé, saiba o que levar na mala para a grande viagem que é ter um filho. E prepare-se para o receber com todos os cuidados.

E eis que, ao fim de nove meses, chega o momento tão aguardado. Depois da aventura conjunta do parto, mãe e filho encontram-se cara a cara, pele a pele, coração a coração, pela primeira vez, e o momento não podia ser mais especial. Sobretudo para as mamãs “estreantes”, cada instante passado na maternidade é uma experiência única plena de emoção, mas também carregada de oportunidades para aprender e para se preparar para os cuidados a ter com o bebé, durante os seus primeiros tempos de vida.

Uma vez de regresso a casa, e depois de esclarecer eventuais dúvidas e recolher os conselhos deixados pelos profissionais de saúde que estiveram presentes nas primeiras horas, a higiene do recém-nascido é um dos aspetos mais importantes a ter em conta. A este respeito, e se esta é uma fase em que todas as atenções se viram para o mais novo membro da família, lembre-se de que a palavra de ordem é mimar, e isso também no que se refere aos cuidados com a pele. Especialmente vulnerável por ter uma camada protetora ainda muito fina e frágil, a pele do bebé tem tendência a secar e gretar com facilidade, para além de ser propensa ao aparecimento de pequenas irritações (borbulhas e manchas avermelhadas). De modo a cumprir o seu papel de escudo protetor perante as ameaças externas, o ideal é, então, que a higiene da pele seja assegurada com produtos apropriados, antialérgicos e com pH neutro. As compressas utilizadas devem ser de utilização única e o soro fisiológico administrado em doses individuais, prevenindo eventuais contágios.

Na altura do banho, escolha produtos que se misturem na água e que se adequem tanto ao corpo, como ao cabelo. Assim que esteja preparada a água do banho, à temperatura adequada –  utilizando um termómetro apropriado ou o seu cotovelo para verificar se a água não se encontra demasiado quente – e com o produto de lavagem já colocado na água, lave o bebé com a ajuda de uma esponja suave, compressas ou diretamente com a mão.

Após o banho, e caso o seu médico o indique, aplique álcool a 70º (sem cetrimida) no cordão umbilical com uma compressa de gaze esterilizada, para favorecer a cicatrização e evitar infeções. Hidrate também a pele do bebé para ajudar a repor a camada protetora, recorrendo a um leite ou óleo corporal, aplicado em gestos suaves. Quanto ao cabelo, o óleo de amêndoas doces ou aveia é o mais indicado para amaciar a crosta láctea, caso esta esteja presente. Procure pentear o cabelo do seu bebé sempre com uma escova de cerdas macias, para não agredir o couro cabeludo. Caso pretenda usar perfumes ou colónias, coloque-os na roupa e não na pele do bebé.

Dedique ainda especial atenção à zona da fralda, uma das áreas mais sensíveis da pele do bebé. Limpe-a a cada muda, com uma compressa com água morna ou toalhetes apropriados e, caso a pele esteja macerada ou irritada ou o bebé tiver feito cocó, aplique um creme protetor para prevenir a dermatite da fralda, vulgarmente conhecida como “assadura do rabinho”. Prefira fraldas próprias para recém-nascidos, com um formato que não tape o cordão umbilical.

O zelo na higiene dos mais pequenos deve igualmente fazer-se sentir nos cuidados do rosto e das unhas. Para limpar os olhos, use uma gaze estéril embebida em soro fisiológico estéril (em doses individuais) para cada olho e passe-a no sentido nariz-orelha, desentupindo o canal lacrimal e prevenindo conjuntivites. Já para eliminar a água que possa ter entrado nos ouvidos durante o banho, limpe apenas a parte externa do pavilhão auditivo com uma compressa, jamais com cotonetes. Limpar e hidratar a mucosa do nariz deve fazer-se com soro fisiológico e caso haja secreções visíveis, estas podem ser removidas com a ponta de um cotonete, suave e lentamente, em movimentos circulares. Finalmente, corte as unhas do bebé com tesouras de pontas arredondadas e lime-as, para evitar que o bebé se arranhe.