Gravidez: 9 meses de conforto e bem-estar
A gravidez é um acontecimento natural e o seu desfecho dá origem a uma nova vida. São nove meses em que a mulher passa por sucessivas alterações, físicas, mas também psicológicas e emocionais.

Muitas devem-se às variações hormonais, a um metabolismo mais rápido e ao aumento do volume de sangue em circulação. É o corpo a adaptar-se, ao ritmo a que o bebé se vai desenvolvendo.

E nesse processo podem ocorrer alguns incómodos. Não são inevitabilidades, mas a verdade é que, com maior ou menor intensidade, são vividos pela maioria das grávidas: alguns apenas num trimestre, outros ao longo de toda a gravidez.

Primeiro Trimestre

Comuns são os enjoos e os vómitos, sobretudo ao acordar e com mais frequência no primeiro trimestre: devem-se às alterações hormonais a que a mulher está sujeita e é possível atenuá-los comendo uma tosta ou uma bolacha de água e sal antes de levantar e evitando estar muitas horas sem comer.

Nesta altura também, os seios aumentam de tamanho e ficam mais tensos, mas um sutiã adequado, com o devido suporte, proporciona o conforto necessário. E quer nos seios, quer na barriga, a pele estica podendo surgir estrias: para reduzir a probabilidade de surgirem, existem cremes específicos para a gravidez que mantêm a pele hidratada, contribuindo para a sua elasticidade. Informe-se na sua Farmácia sobre estes produtos, assegurando que utiliza um antiestrias inócuo na gravidez.

Segundo Trimestre

Na transição para o segundo trimestre, os mamilos ficam mais escuros e o abdómen é, por vezes, atravessado por uma linha de tonalidade mais escura, a “linea nigra”; no rosto podem surgir manchas acastanhadas (pano ou cloasma) que se previnem usando diariamente protetor solar. O protetor solar deve apresentar uma textura e fator de proteção solar (FPS) adequados ao tipo de pele, garantindo um cuidado diário da pele do rosto.

A barriga vai crescendo, o que pode causar alguma dor: repouso e a utilização de uma cinta própria ajudam a diminuir o incómodo. E, como o centro de gravidade se vai alterando, podem colocar-se problemas de equilíbrio, pelo que é preciso ter atenção à postura, evitar esforços e usar calçado confortável.

Frequente é a vontade de urinar: deve ser respeitada, indo à casa de banho as vezes necessárias, pois reter a urina aumenta o risco de infeções urinárias. A temperatura do corpo também aumenta, pelo que deve optar por usar roupas leves (no inverno, a mulher deve vestir–se em camadas, para gerir melhor o calor e a transpiração).

Terceiro Trimestre

No terceiro trimestre, as pernas são particularmente vulneráveis. Podem surgir varizes, que se previnem usando meias de compressão e evitando estar muito tempo sentada, de pé ou de pernas cruzadas. Podem também ocorrer cãibras, sobretudo à noite, que se aliviam esticando as pernas antes de deitar e, se necessário, tomando um suplemento rico em magnésio (sempre com indicação médica). O inchaço, também comum, combate-se elevando as pernas quando estiver sentada ou deitada e vigiando a pressão arterial.

Em caso de azia é preferível comer pouco de cada vez e muitas vezes ao dia, evitar alimentos gordos e condimentados e ainda evitar deitar-se logo após as refeições.

Cada mulher vive a gravidez à sua maneira, mas há cuidados que todas devem respeitar em nome da saúde, da sua e da do seu bebé:

  • Opte por uma alimentação equilibrada, rica em legumes, frutas, cereais e alimentos lácteos para permitir o aporte adequado de ácido fólico, cálcio, ferro, fibras e proteínas;
  • Ingira água em abundância;
  • Tenha atenção ao peso: em média o aumento de peso deve rondar os 9 a 12 kg. No entanto, este é dependente do peso inicial da mulher pelo que é importante que seja definido em conjunto com o médico.
  • Mantenha a atividade física, adequada ao período da gravidez: ajuda a controlar o aumento de peso e facilita o parto.

 

Acima de tudo, é importante reter que a gravidez deve ser vivida com alegria, conforto e bem-estar. Por si e pelo seu bebé, informe-se na sua Farmácia.