Medicamentos: conduzir em segurança
Não há medicamentos inócuos. Mesmo os medicamentos que não carecem de receita médica e que se destinam a uma situação pontual podem pôr em causa a performance do condutor. O melhor é apostar na prevenção, fazendo um uso correto e seguro dos medicamentos:

-Informe-se sobre os efeitos secundários: pergunte na farmácia e leia o folheto informativo dos medicamentos;

-Não altere por sua iniciativa a dose recomendada nem o intervalo entre tomas;

-Se tomar um medicamento pela primeira vez, conheça primeiro a reação do seu organismo antes de conduzir;

-Se toma vários medicamentos em simultâneo, informe-se na farmácia sobre as possíveis interações;

-Não tome medicamentos de outras pessoas: os sintomas podem ser os mesmos, mas a causa não, além de que cada organismo reage de forma diferente à mesma substância;

-Esteja atento às reações do seu organismo: ao menor sinal de alerta, interrompa a condução;

-Descanse o suficiente, a falta de sono pode agravar os efeitos secundários dos medicamentos.