Dermatite da Fralda – Gestos que cuidam
A dermatide da fralda, ou o conhecido rabinho assado, afeta grande parte dos bebés e causa desconforto ao novo membro da família. A muda da fralda torna-se um momento doloroso para o bebé e, embora por norma, este problema seja passageiro, pode evoluir para uma situação mais grave, se não for tratado. Por isso, o melhor é prevenir, recorrendo a alguns cuidados simples:
  • Mude a fralda com frequência;
  • A cada mudança, lave o rabinho do bebé com água tépida;
  • Evite usar toalhetes que contenham álcool ou perfume;
  • Limpe a pele com suavidade com a ajuda de uma toalha macia: sem esfregar e com toques suaves, dando especial atenção às pregas, pois é aí que se concentra a humidade;
  • Reforce a proteção: utilize um creme ou pomada própria, aconselhando-se com o seu farmacêutico;
  • Evite usar pó de talco;
  • Deixe a pele respirar: quanto mais tempo o bebé estiver sem fralda melhor;
  • Lave as mãos depois de mudar a fralda para evitar que as bactérias ou fungos passem para outras zonas do corpo ou para outras crianças.

 

Passageira, mas…

Estes cuidados, a adotar no dia a dia, são eficazes quer para prevenir, quer para aliviar a inflamação. Em geral, a dermatite melhora e desaparece ao fim de alguns dias após o início do tratamento.

Mas, por vezes, os sintomas agravam-se: a pele apresenta bolhas ou fissuras, pus, ou a inflamação passou para outras zonas do corpo. Nesse caso, leve o bebé ao médico, pois pode estar a desenvolver-se uma infeção.