Cuidados à flor da pele
Com a chegada das temperaturas mais baixas, a pele requer um cuidado acrescido. Banhos quentes e prolongados, exposição ao vento e baixa humidade, exposição a ambientes aquecidos… Todos estes fatores contribuem para a desidratação da pele durante o inverno.

Com alguns gestos diários, é possível proteger a sua pele:

  • Aplique creme hidratante em abundância, de acordo com o tipo e estado da sua pele do rosto;

  • Limite a duração dos duches a um máximo de 15 minutos, com água tépida e não tome mais de um banho por dia. Banhos prolongados e quentes devem ser evitados;

  • Use sabonetes suaves ou emulsões de limpeza com hidratante para ajudar a restaurar a camada lipídica da pele;

  • Aplique o creme hidratante logo após o duche;

  • Aplique protetor solar caso se exponha ao sol de forma prolongada, mesmo durante o inverno;

  • Proteja os lábios com batom hidratante, evitando o aparecimento de fissuras;

  • Beba líquidos em abundância, privilegiando sempre a água.

 

Agressões várias

A desidratação da pele pode ser agravada pela toma de certos medicamentos e por doenças do foro dermatológico como a psoríase ou o eczema. Pode também ser consequência de outros problemas de saúde como alterações ao nível da tiroide, diarreia, vómitos e febre elevada. O consumo excessivo de álcool, cafeína ou tabaco podem ser igualmente prejudiciais para a hidratação natural da pele.

 

Hidratar regularmente a pele deve ser um cuidado de todos, independentemente da idade ou do género, embora as mulheres tendam a ser mais suscetíveis à xerose, assim como os mais idosos. Deve também ser independente da estação: cuide da sua pele o ano inteiro e evite sintomas como prurido, vermelhidão, irritação e descamação quando o inverno chegar.