Bem-estar no feminino
Há algumas questões de saúde e bem-estar em que homens e mulheres não se diferenciam. No entanto, em matéria de higiene íntima existem cuidados a que as mulheres devem dar mais atenção.

É que, pelas suas características, o íntimo feminino atrai com mais facilidade organismos potencialmente causadores de infeções, fragilizando a saúde da mulher. E momentos como a gravidez e a menopausa podem alterar o equilíbrio natural, o mesmo acontecendo com uma higiene íntima deficiente ou excessiva.

Devido a esta fragilidade, o melhor é prevenir, o que significa que uma higiene adequada embora possa não evitar por completo o aparecimento de infeções, pode preveni-las:

  • Lavagem

Uma lavagem íntima por dia é suficiente, embora em caso de necessidade possam fazer-se duas – este é, no entanto, o limite máximo a partir do qual a fragilidade desta região do corpo feminino aumenta .

Devem evitar-se sabões e sabonetes não específicos. Na sua farmácia encontra produtos adequados para higiene íntima, que respeitam o pH da flora vaginal.

  • Cuidados Complementares

Existem outros cuidados que complementam a higiene, a começar pelo uso de roupa interior de algodão, que deixa a pele respirar, ao contrário de outros materiais sintéticos. Roupas apertadas são de evitar, pois favorecem o desenvolvimento de infeções pelo mesmo motivo.

Se, mesmo com estes cuidados, sentir algum desconforto procure a ajuda de um profissional de saúde: conte com o seu farmacêutico para recuperar e manter o bem-estar íntimo.